Mercado do Ovo

Informativo

Estudo diz que colesterol do ovo é insignificante. (reportagem do Jornal Nacional de 13/02/09).

06/03/2014

ATENÇÃO PRODUTORES E INTERESSADOS : REPASSEM ESTA REPORTAGEM PARA TODOS DE SUA LISTA DE EMAILS.

Um alimento que era acusado de prejudicar a saúde quando consumido em excesso está sendo reabilitado por cientistas britânicos.

O ovo já foi o vilão de todas as dietas. Apontado como o causador do aumento de colesterol, a gordura acumulada no sangue que leva a problemas cardíacos.

Mas em estudos mais recentes revelam que o ovo foi injustiçado ao longo do tempo. Quem garante são especialistas da Universidade de Surrey, na Inglaterra.

As pesquisas mostram que a quantidade de colesterol existente no ovo é insignificante do ponto de vista clínico. E que apenas 1/3 do colesterol sanguíneo se origina na dieta.

Os estudiosos afirmam que a gordura saturada, de origem animal, seria um risco muito maior para infartos e doença do coração. Outros fatores que aumentam a gordura no sangue são: o fumo, o sedentarismo e a obesidade.

Os pesquisadores dizem que não sabem a origem da crença de boa parte da população mundial, de que é preciso limitar o consumo de ovo em no máximo três por semana, porque acima disso seria prejudicial à saúde.

Os pesquisadores contestam e até indicam o consumo diário, já que a clara e a gema do ovo são consideradas nutritivas e devem fazer parte de uma dieta equilibrada.

A nutricionista americana Tara Miller diz que o ovo é um bom alimento, rico em proteínas, mas não significa que se possa exagerar no consumo e é bom escolher a forma de preparo, sem fritura, para que a gordura não prejudique a saúde.

Fonte: Jornal Nacional

Confira esta reportagem: http://jornalnacional.globo.com/Telejornais/JN/0,,MUL1001562-10406,00-ESTUDO+DIZ+QUE+COLESTEROL+DO+OVO+E+INSIGNIFICANTE.html


Comentários


Ainda não temos nada digitado.. -

Comentários (0)


Mercado do Ovo - Todos os Direitos Reservados Contatos - Publicidade