Mercado do Ovo

Informativo

Hy-Line de México promoveu importantes debates durante sua tradicional Escola Técnica.

06/07/2015

A Hy-Line de México S.A de C.V. promoveu entre os dias 17 e 19 de junho/2015, em Nuevo Vallarta, Jalisco (México), a sua tradicional Escola Técnica, com presença de importantes nomes da Avicultura de Postura local e mundial, entre empresários, produtores de ovos, gerentes de produção, nutricionistas, sanitaristas, professores e outros formadores de opinião.
Jose Antonio Franco, diretor geral da empresa, realizou a abertura do evento para mais de 110 participantes com uma reflexão sobre os principais acontecimentos e desafios da avicultura de postura nas Américas, enaltecendo a execução dos fundamentos básicos dentro da atividade: "Não busque ações extraordinárias, procure fazer o simples de maneira extraordinária."
Na sequência, vários palestrantes com reconhecimento internacional abordaram temas que foram intensamente explorados e debatidos: visão geral dos negócios de postura (Jose Franco, Thomas Dixon), nutrição aplicada para otimização da produção, análise de granulometria, manejo para máxima qualidade de casca (Dr. Robert Van Wyhe, Daniel Balbuena, Ignacio Cabrera), manejo de muda sem jejum, atualidades sobre tipos de iluminação e programas de luz (Dr. Bernie Beckman, Dr. Douglas Grieve), atualização sobre Influenza Aviária nos EUA e no mundo, riscos do avanço da doença globalmente, conceitos de regionalização e compartimentação (Dr. Kenton Kreager, Dr. Miguel Ángel Márquez), avanços genéticos da ave branca mais vendida no mundo (Hy-Line W-36), manejo sob condições de alto estresse (Dr. Jesus Arango, Martín Audiffred), resultados de campo, modelo econômico, e panorama financeiro e de produção de grãos (Daniel Balbuena, Carlos Huerta).
Tiago Lourenço, diretor geral da Hy-Line do Brasil, esteve presente como convidado especial e reforçou o posicionamento diferenciado da unidade brasileira dentro deste contexto desafiante: "Estamos preparados e somos reconhecidos pelo nosso status sanitário, tanto para exportação quanto no mercado interno. Estamos lutando pela abertura de mais mercados para consolidar uma posição ainda mais hegemônica como plataforma estratégica de exportação e fornecimento de material genético. Hoje nossos colaboradores ficam ainda mais orgulhosos ao saber que participam ativamente para produção de mais da metade dos ovos consumidos na América do Sul, além de outros processos como produção de ovos dos quais amanhã seus entes queridos receberão uma vacina", comenta Tiago.
Tiago reforça que a Influenza Aviária nos EUA não tem impacto imediato e nem risco no fornecimento de seus produtos, já que a Hy-Line do Brasil conta com back up genético capaz de suprir sua própria demanda para produção de avós e reprodutoras. Além disso, relembra que a Influenza Aviária não é uma doença de transmissão vertical, ou seja, não é transmitida das reprodutoras para as pintainhas, e que medidas de biossegurança são as ferramentas primordiais para se evitar este desafio dentro do território nacional.


Comentários


Ainda não temos nada digitado.. -

Comentários (0)


Mercado do Ovo - Todos os Direitos Reservados Contatos - Publicidade